RÁDIO ARQIVO5

http://streaming29.hstbr.net/player/radioarquiv

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Brasileiro pensou que avião ia explodir


16/08/2010 13h59 - Atualizado em 16/08/2010 14h06

'Pensei que ia explodir', diz brasileiro após acidente aéreo na Colômbia


O brasileiro Ramiro Alves de Almeida, um dos sobreviventes do acidente aéreo que deixou uma pessoa morta e 114 feridas em San Andrés, na Colômbia, contou que após um raio, o avião caiu no começo da pista. "Saí na frente de todo mundo. Naquela situação tudo o que você tem é um instinto de sobrevivência. Pulamos pra asa. Segurei minha esposa que pulou também. Eu só via o fogo e pensava:' vai explodir, isso aqui vai explodir'", disse o tenente em entrevista ao Jornal Hoje.
A assessoria de imprensa do Ministério da Relações Exteriores confirmou a presença de ao menos três brasileiros no voo 8250, que se acidentou na madrugada desta segunda-feira (16) no aeroporto Gustavo Rojas Pinilla, em San Andrés, na Colômbia, deixando um morto e ao menos 114 feridos.
Segundo a assessoria, os três foram hospitalizados, mas não há mais detalhes sobre seu estado de saúde. O Itamaraty também não divulgou as identidades dos brasileiros.

O aeroporto está fechado. Os passageiros do avião foram retirados imediatamente pelos bombeiros e equipes de resgate, que os transportaram para o hospital Amor de Pátria e a clínica Villareal, em San Andrés.
O Boeing 737-700 da companhia Aires vinha de Bogotá com 121 passageiros e seis tripulantes e enfrentava uma forte tempestade. O acidente ocorreu a cerca de 80 metros da cabeceira da pista.
A empresa lamentou o acidente em nota em seu perfil no site de relacinamentos Facebook e Twitter e informou que disponibiliza uma sala para familiares das vítimas no hotel Sheraton de Bogotá. Telefones foram divulgados para informações de passageiros: 018000949490, 018009120037 e em Bogotá: 8290927. "A Aires lamenta o incidente ocorrido com seu voo 8250 que fazia a rota Bogotá-San Andrés", diz o texto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário