RÁDIO ARQIVO5

http://streaming29.hstbr.net/player/radioarquiv

terça-feira, 9 de outubro de 2012


Vereadores reeleitos e derrotados nas urnas analisam as eleições

Confira a repercussão do resultado as eleições municipais na Câmara de Vereadores de Feira de Santana
Ronny agradece pela conquista dos 7.297 votos 

?Estou por um lado muito satisfeito e feliz com a minha reeleição, mas por outro lado com um pouco de tristeza, porque alguns colegas vereadores não conseguiram ser reeleitos?. A declaração é do vereador Reinaldo Miranda ? Ronny, em discurso nesta segunda-feira (8), na Câmara Municipal.
Disse, por exemplo, que aprendeu muito com o vereador Marialvo Barreto. ?Tenho certeza que Vossa Excelência vai fazer uma grande falta nesta Casa. O senhor é um dos melhores representantes deste município?.

Ronny aproveitou o ensejo para pedir desculpas ao vereador Lulinha pelos desentendimentos ocorridos entre eles. ?Um dos arrependimentos que eu tenho nesta vida foi de subir um dia nesta tribuna e ter brigado com Vossa Excelência. O que eu mais quero nesta vida é estar em paz com Deus e meus amigos?.

Em 2008, o vereador obteve 3.879 votos. ?Tivemos nesta eleição quase 100% a mais de votos do que a eleição passada. Se eu estou aqui é porque Deus tem um propósito na minha vida. A votação que nós tivemos, não tenho dúvida, foi porque ele nos abençoou e nos concedeu esta vitória?, comemorou.

Ronny conseguiu se reeleger com 7.297 votos, sendo o primeiro vereador de mandato mais votado na eleição deste ano. Bastante emocionado, ele agradeceu a Deus, a família, assessores, lideranças, amigos e demais eleitores pela brilhante conquista.

?Só apertaram a minha mão os amigos do baixo clero do PT?, reclama Marialvo

O vereador Marialvo Barreto, em seu discurso nesta segunda-feira (8), na sessão legislativa, destacou o crescimento da chapa do Partido dos Trabalhadores para a 17ª legislatura da Câmara Municipal de Feira de Santana, com a eleição de Pablo Roberto (PT), Alberto Nery (PT), Beldes (PT), Edvaldo Lima (PP).

?Saímos de dois vereadores petistas para três. Quero desejar a esses companheiros que possam fazer um mandato melhor do que eu fiz?, declarou, argumentando que é dever do sucessor superar o trabalho do antecessor. ?Quando o aluno supera o mestre a sociedade cresce?.

Com 2.228 votos, Marialvo não conseguiu sua reeleição, ficando na 1ª suplência da coligação PT/PP/PCdoB. ?Não estou de forma nenhuma chateado, porque a sociedade de Feira de Santana já me deu dois mandatos de vereador e, agora, sou o 1º suplente?, assinalou.

O petista afirmou que, após o resultado final da apuração dos votos de vereador, ligou para os companheiros de partido para parabenizá-los, mas não conseguiu o contato.

Marialvo reclamou que a única coisa que lhe deixou triste foi o fato de nenhum membro da Executiva do PT telefonar para prestar solidariedade a ele. ?Só apertaram a minha mão os amigos do baixo clero do PT?, queixou-se.

?Arrogância e prepotência não leva o homem público a lugar nenhum?, observa Tourinho

A votação dos candidatos a prefeito de Feira de Santana, Tarcízio Pimenta e José Neto foi alvo de críticas do vereador Roberto Tourinho (foto), em seu discurso na sessão legislativa, desta segunda-feira (8).
Com relação ao gestor da cidade, que tentou a sua reeleição, ?Tarcízio com 18.100 votos (6,10%) foi o grande derrotado nas urnas do município. Uma votação medíocre, talvez jamais vista na história de Feira de Santana?, disse.

Tourinho afirmou também que foi decepcionante a votação do deputado estadual José Neto, que obteve 55.337 votos (18,65%).

De acordo com o oposicionista, o candidato a prefeito pelo PT, Sérgio Carneiro, na eleição de 2008, apesar de não ter a quantidade de apoios que José Neto teve, conseguiu 19,12% dos votos.

Ele chama atenção para o fato de José Neto ser líder do governo na Assembleia Legislativa e ?dono majoritário de todos os cargos do Estado, em Feira de Santana?. Também salientou que o ex-presidente Lula e o governador Jacques Wagner vieram à cidade reforçar a campanha do petista.

?Quem age na política com arrogância, prepotência, se achando líder e principalmente alijando companheiros, acontece o que ocorreu aqui nesta eleição?, afirmou.

Na oportunidade, ele parabenizou a expressiva vitória do candidato a prefeito José Ronaldo, que teve 195.967 votos (66,04%). O candidato Jhonatas obteve 27.317 votos (9, 21%).

Frei Cal diz ter consciência das limitações, mas continuará lutando por uma Feira melhor

?Quando a gente tem a capacidade de estar no dia a dia com saúde, circulando por todos os lugares com a consciência tranquila de que podemos contribuir para o bem estar e desenvolvimento da nossa cidade, isto me traz muita alegria?. A declaração é do vereador Frei Cal.
Em seu discurso na sessão legislativa, desta segunda-feira (8), ele agradeceu a Deus pelo dom da vida e afirmou que, apesar de não lograr êxito na eleição deste ano, não deixará de lutar pela melhoria da cidade e da qualidade de vida dos munícipes. ?O que eu trago sempre na minha vida é o desejo de estar favorecendo para o bem comum?.

Candidato à reeleição, o vereador peemedebista teve 1.053 votos. ?Nós temos consciência dos nossos limites. Não me sinto derrotado, porque não existe derrota quando você desenvolve um trabalho bem feito; um trabalho com responsabilidade e amor?, disse Frei Cal, agradecendo as pessoas que se empenharam na campanha.

Segundo ele, ?na maioria das vezes, os candidatos a cargos eletivos pensam em tão somente em ganhar, mas não pensam na possibilidade também de perder?. O vereador afirmou que está tranquilo e que continuará de "cabeça erguida lutando por uma Feira melhor".

Frei Cal deseja que a próxima legislatura ?possa, realmente, representar cada vez melhor a nossa cidade. Nós não podemos brincar de fazer política?, alertou.

Lulinha agradece aos eleitores e denuncia perseguição política e compra de votos 

Em um discurso marcado pela emoção, o vereador Luiz Augusto de Jesus - Lulinha (foto) agradeceu a sua família, lideranças, assessores, amigos e demais eleitores pelo empenho durante a campanha e pela votação que obteve na eleição 2012.
Apesar de não ser reeleito, ele disse que continuará lutando pelo desenvolvimento de Feira de Santana e bem estar da população.

?Nós não perdemos, eu tenho certeza disso, porque eu trabalhei, fiz projetos de lei, lutei por vocês e vou continuar lutando; não vou fraquejar?, afirmou.

Na oportunidade, Lulinha disse que nunca viu, no município, ?tanta gente nas ruas fazendo boca de urna como aconteceu este ano. A gente viu falar que 50 e até 100 reais rolaram em Feira de Santana, mas a Justiça Eleitoral não fez nada para conter esse dinheiro que rolou na madrugada em todos os distritos e bairros da cidade?.

O vereador acrescentou que sofreu perseguição em todos locais que ele tem representatividade. ?Conseguiram tirar alguns votos, mas não tiraram todos, porque eu tive 3.419 votos?, disse.

Lulinha ressaltou que perdeu a eleição, mas está feliz porque o seu candidato a prefeito José Ronaldo ganhou e ?vai trabalhar em prol do progresso de Feira de Santana?, pontuou.


Zé Curuca aumentou votação em 60% e diz que honrou palavra com Tarcízio


O vereador Zé Curuca, em pronunciamento na sessão desta segunda-feira (8), disse que se sente um vitorioso, mesmo não sendo reeleito.
Ele informou que na última eleição obteve 2 mil 217 votos e este ano teve 3 mil 800 votos aproximadamente.

"Agradeço a Deus, especialmente à minha família e todos os meus amigos e assessores", afirmou.

Destacou a votação que obteve na cidade e na zona rural, principalmente nos distritos de Bonfim de Feira e Humildes.

Zé Curuca afirmou que esteve firme com o prefeito Tarcízio Pimenta e agradeceu a ajuda que obteve dele durante a eleição.


Gerusa visita 250 famílias durante sua campanha eleitoral

A vereadora Gerusa Sampaio, em seu pronunciamento na Câmara Municipal, nesta segunda-feira (8), agradeceu a Deus e todas as pessoas que contribuíram direta e indiretamente para a sua reeleição, que foi conquistada com 6.736 votos.
Na campanha eleitoral, Gerusa afirmou ter visitado 250 famílias de Feira de Santana. ?Fui bem atendida por cada um de vocês que abriram as portas de suas casas para eu entrar e poder falar um pouco do meu trabalho?, disse.

Ela salientou também que sempre teve uma boa relação com os profissionais de imprensa. ?Esses profissionais sempre honraram o meu nome; nunca o meu nome foi ?arranhado? nos meios de comunicação?.

A vereadora afirmou que sempre agiu com ética na política. ?Nunca tirei voto de ninguém e nunca agir de uma forma para prejudicar o colega. Eu sempre digo aqui nesta Casa que na tribuna é para a gente discutir ideias, discutir os nossos objetivos?.

Gerusa declarou que tem orgulho de ser mulher e informou que, além dela, de Cíntia Machado e Eremita Mota, na próxima legislatura, o grupo feminino da Câmara contará com a vereadora eleita Neinha.

"Eu não dei as costas para ele. Acho que se estivesse com José Ronaldo minha votação seria maior, mas mantive minha palavra. O homem precisa honrar sua palavra", declarou.

(Informações da Ascom / Câmara)

Nenhum comentário:

Postar um comentário