RÁDIO ARQIVO5

http://streaming29.hstbr.net/player/radioarquiv

sábado, 13 de julho de 2013

Lutador de 26 anos morre durante treino em academia de Florianópolis

Philippe Mira, de 26 anos, lutava MMA e atualmente se dedicava ao jiu-jítsu

Acorda Cidade
Reprodução
Foto Reprodução
Um lutador de 26 anos morreu enquanto treinava em uma academia de Florianópolis, na tarde desta sexta-feira (12), por volta das 17h30. A academia confirmou a morte do jovem Philippe Mirapalheta no início da noite. Segundo a assessoria de imprensa do estabelecimento, ele passou mal enquanto corria na esteira. O atleta lutava MMA e atualmente se dedicava ao Jiu-jítsu.
O incidente foi na Academia Top One, no Bairro Coqueiros, região continental da cidade. Conforme informações da assessoria, ele era aluno do local há pelo menos três anos e estava com o atestado médico obrigatório para a prática de exercícios em dia.

"O documento foi expedido em outubro de 2012, com validade de um ano, e seria renovado a partir de outubro próximo. Segundo os funcionários da academia e amigos que o acompanhavam no treino, tinha hábitos saudáveis e nenhum problema de saúde", afirmou a assessoria.

Ainda segundo o estabelecimento, o atleta era faixa preta em jiu-jítsu, foi campeão brasileiro, três vezes campeão sul-americano e cinco vezes campeão sul-brasileiro. Além disso, ficou em 3º lugar no mundial de jiu-jítsu.

Conforme a assessoria, o atleta se sentiu mal, saiu da esteira e foi socorrido por instrutores da academia. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado, mas quando a equipe chegou ao local não conseguiu reanimá-lo e constatou a morte.

O corpo do atleta foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) da capital catarinense para que sejam apuradas as causas da morte. As informações são do G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário