RÁDIO ARQIVO5

http://streaming29.hstbr.net/player/radioarquiv

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Ministério Público abre inquérito sobre retenção de ambulâncias do SAMU



Atendendo a uma representação do ex-deputado Colbert Martins (PMDB), o Ministério Público instaurou um inquérito civil para apurar a rotineira retenção de ambulâncias do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA). A primeira audiência já acontece no dia 28, às 10 horas.
Diariamente, ambulâncias do Samu ficam retidas na emergência do HGCA, aguardando a liberação das macas de transportes dos pacientes. “Não há dúvida de que isso prejudica o atendimento do Samu e coloca em risco a vida de muita gente. É um absurdo que um problema tão fácil de ser resolvido, com a compra de macas pelo hospital, seja desprezado pela direção da unidade de saúde”, alega Colbert Martins.
Segundo a promotoria, o inquérito tem como investigados o hospital e o diretor-geral, José Carlos Carvalho Pitangueiras. Ele e a coordenadora do Samu, Maíza Macedo, serão ouvidos nessa primeira audiência.
A representação, elaborada pelo advogado Rafael Pinto Cordeiro, solicita “ação de Improbidade Administrativa e ação Penal Pública Incondicionada por eventuais crimes decorrentes de omissões e atos prejudiciais ao regular desempenho do serviço público essencial de saúde, notadamente o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência” e “a prisão temporária dos envolvidos, a fim de interromper os atos e omissões gravosas ao desempenho das atividades essenciais do serviço público de saúde do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência no município”.

Tribuna Feirense

Nenhum comentário:

Postar um comentário