Ultimas

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013


Reforma da Previdência vai ficar para depois, anuncia ministro Garibaldi Alves

 postado 12/01/2013 ás 03:23
 
veja o texto
LOC: A REFORMA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL VAI FICAR PARA DEPOIS, COMO ANUNCIOU O MINISTRO DA PASTA, GARIBALDI ALVES FILHO.

LOC: MAS PARA O SENADOR PAUL PAIM, DO PT DO RIO GRANDE DO SUL, NA PRÁTICA, O GOVERNO TEM FEITO UMA SÉRIE DE MUDANÇAS NO SISTEMA. REPÓRTER PATRÍCIA NOVAES:

(Repórter) Recentemente o ministro Garibaldi Alves declarou que o governo só vai pensar em uma Reforma da Previdência quando o país tiver resolvido seus problemas de curto prazo, ou seja, sair da crise e retomar o crescimento econômico. Mas o senador Paulo Paim, do PT do Rio Grande do Sul, disse que, na prática, o Executivo vem promovendo uma série de alterações no sistema, sempre em prejuízo dos aposentados e pensionistas.

(Paulo Paim) Toda mudança que é feita só visa retirar direitos dos aposentados e pensionistas quanto aquilo que teriam de direito. Não vi uma mudança que veio para beneficiar o aposentado e o pensionista.

(Repórter) Paulo Paim citou a desoneração da folha, em que os empregadores de diversos setores podem contribuir com percentuais menores do que os previstos em lei. Para o senador, assim como o Executivo, o Congresso deve fazer mudanças pontuais no sistema previdenciário brasileiro.

(Paulo Paim) O Congresso tem o legítimo direito de aprovar de forma pontual algumas questões no que tange a Previdência, entre elas acabar com o fator e garantir o reajuste dos aposentados.

(Repórter) Paim lembrou que as propostas acabando com o fator previdenciário e garantindo um reajuste real para aposentados e pensionistas que ganham acima do salário mínimo já passaram pelo Senado e aguardam decisão da Câmara dos Deputados.
Patrícia Novaes.

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 ARQUIVO
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates