RÁDIO ARQIVO5

http://streaming29.hstbr.net/player/radioarquiv

terça-feira, 12 de março de 2013

pós protestos, prefeitura anuncia que vai instalar banheiros nos terminais rodoviários


Rodoviários fecharam a entrada e a saída da estação da Lapa por volta das 15h questionando a derrubada de um banheiro


A prefeitura determinou nesta segunda-feira (11) que os terminais rodoviários recebam banheiros para os rodoviários. A decisão acontece depois de um protesto da categoria nesta tarde - os rodoviários fecharam a entrada e a saída da estação da Lapa por volta das 15h questionando a derrubada de um banheiro que serve aos funcionários das empresas de ônibus no fim de linha da Sabino Silva. O trânsito só foi liberado no terminal às 17h.
A determinação do prefeito ACM Neto é para que Limpurb, Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador) e Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo (Sucom) encontrem uma solução para o problema.
Em nota, a assessoria de comunicação informa que a prefeitura
 vai "requalificar os terminais e instalar equipamentos de forma
 que ofereçam todo o conforto aos profissionais dos ônibus".


Segundo a Sucom, a demolição obedeceu a determinação do Ministério Público.
 A denúncia sobre o banheiro foi encaminhada ao MP por moradores da região
 da Sabino Silva, que diziam que o equipamento estava sendo usado indevidamente,
 gerando "intranquilidade e riscos à saúde pública".  
De acordo com o Sindicato dos Rodoviários, a promotora Hortênsia Gomes Pinho,
 responsável pela ação, reside na região.

Ônibus parados durante protesto

A assessoria da promotora, no entanto, informou à TV Bahia que não pediu a demolição
 do banheiro, e sim de um módulo da Polícia Militar abandonado que fica ao lado
 e estava sendo usado indevidamente como sanitário.
 A Sucom encaminhou à imprensa o ofício em que o MP pede a "conclusão da demolição"
 do antigo módulo. Clique aqui para ler.


A promotora agora fez nova solicitação pedindo medidas emergenciais para atender
 aos rodoviários com a construção de banheiros químicos



O Sindicato da categoria também afirma que em 2009 foi firmado um acordo com a
 prefeitura para a instalação de banheiros em cada um dos finais de linha,
 totalizando 32 sanitários. Destes, os rodoviários denunciam que apenas 
oito foram construídos.



A Sucom diz ainda que agiu legalmente cumprindo a determinação,
 já que banheiro estava indevidamente instalado em área pública.
 O órgão pretende se reunir com representantes do sindicato para discutir o caso.


Matéria original: Correio 24h

Nenhum comentário:

Postar um comentário