RÁDIO ARQIVO5

http://streaming29.hstbr.net/player/radioarquiv

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Estudante morre após participar de competição para ver quem tomava mais tereré

 Noticias.bol.uol.com

A estudante de serviço social Luana Priscyla Fernandes Soares, 21, morreu anteontem à tarde, no hospital da Santa Casa de Campo Grande, dois dias após ela passar mal durante a chamada "Roda de Tereré", evento promovido pela emissora de rádio Blink 102. O evento é um torneio criado no ano passado e vence a competição --que reuniu cerca de 50 mil pessoas, segundo a organização--, o grupo formado por dez pessoas que beber mais tereré, bebida típica em Mato Grosso do Sul, feito da mistura de água gelada com erva mate. O prêmio é de R$ 5.000.
Luana, mãe de um bebê de oito meses, participava do evento ao lado de amigos e do marido, o auxiliar de escritório, Welton Godoy Miranda, 29. Cerca de um hora depois do início da concorrência, que começou às 16h de domingo, a estudante passou mal e foi atendida por enfermeiros do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que estavam no local, na região do bairro Amambai.
Luana teve um agravamento de seu estado de saúde foi levada até um posto de saúde e, perto da meia-noite, conduzida para a Santa Casa, onde morreu na terça-feira à tarde.
"Escreveram no atestado de óbito que ela morreu vítima de acidente vascular cerebral, em síntese é isso", disse o marido de Luana, também químico.
Ele afirmou ao UOL que "ao menos por enquanto não pensa em nada, mexer com Justiça ou saber, de fato", do que morreu a estudante.
Questionado se ele desconfia se o AVC tenha sido provocado pela ingestão do tereré, ele desconversou: "Não sei, disseram que foi AVC, agora não sei, estou resolvendo problema do cemitério", disse o rapaz, cujo corpo da mulher com quem era casado havia dois anos foi enterrado ontem.
Ele acha que a equipe médica demorou em transferir a mulher do posto de saúde para o hospital. Quando passou mal, a estudante vomitava muito, segundo o marido, que disse ainda que a mulher sempre bebia tereré.
A emissora de rádio emitiu uma nota em que diz que é "importante esclarecer que o motivo do lamentável óbito foi um aneurisma cerebral, ou seja, uma triste fatalidade". O comunicado cita ainda que "acompanhou Luana e não mediu esforços para garantir o atendimento da jovem".

Nenhum comentário:

Postar um comentário