RÁDIO ARQIVO5

http://streaming29.hstbr.net/player/radioarquiv

terça-feira, 29 de abril de 2014

Dilma entrega equipamentos de convivência com a seca em Feira

 
Na manhã desta terça-feira (29), a presidente Dilma Rousseff entregou, em Feira de Santana, 228 máquinas a 190 prefeituras baianas. Os equipamentos vão ajudar na recuperação de estradas que ligam o campo às cidades, beneficiando, de acordo com o govern,o 203 mil agricultores. Dentre as máquinas, estão 41 motoniveladoras, 76 caminhões-caçamba e 111 pás- carregadeiras. O investimento total é de R$ 67,9 milhões.
 
Ainda na cidade de Feira de Santana, a presidente Dilma Rousseff entregou e anunciou obras para o estado da Bahia. Após a entrega simbólica das chaves de equipamentos que irão beneficiar estradas do interior, foi assinada a contratação de cinco mil cisternas de água, para consumo em escolas rurais do semiárido. Outras duas mil cisternas vão garantir água às famílias quilombolas, envolvendo 10 municípios.

 
A ministra do Desenvolvimento Social, Tereza Campello, destacou as entregas das Ações de Convivência com o Semiárido. "Chegamos a mais de 150 mil cisternas construídas na Bahia, estado com maior desempenho do Nordeste". 

 
Na ocasião, o governador da Bahia, Jaques Wagner, também assinou a contratação de 13.560 cisternas de consumo, no valor de R$37,6 milhões.  "Fizemos a primeira etapa do Águas do Sertão, que atende 100 mil pessoas. Agora estamos fazendo a segunda. O Águas do Sertão é um programa de redenção do nordeste baiano que tem problemas de seca, mas tem água doce no subsolo. Estamos perfurando poços, oferecendo água de qualidade para consumo humano, animal e para o plantio", anunciou o governador.

 
De 2014 a 2015, o estado receberá um total de 40.447 cisternas e 11.761 tecnologias de água, com um investimento de R$232,4 milhões. Além das máquinas e das cisternas, o governador e a presidente entregaram caprinos, sementes de milho e feijão e mudas de palma, para a recomposição do rebanho e do plantio em cidades baianas. 

 
"Máquinas são para municípios que precisam escoar produção e ter autonomia para construir estradas. Para se conviver com a seca é preciso  ter segurança hídrica e, para isso, estamos distribuindo água, através das cisternas", declarou a presidente Dilma. 
 
Participaram do ato os ministros das Cidades, Gilberto Occhi, do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto, e da Educação, Henrique Paim. Além do prefeito José Ronaldo e outras autoridades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário