RÁDIO ARQIVO5

http://streaming29.hstbr.net/player/radioarquiv

quinta-feira, 24 de abril de 2014

200 profissionais de saúde por dia no circuito da Micareta

Quatro unidades de saúde fixas e uma média de 200 profissionais, por dia, vão garantir o atendimento imediato e necessário dos foliões e das pessoas que estarão trabalhando na Micareta de Feira de Santana, de acordo com a prefeitura.
Na noite desta quarta-feira, 23, extraoficial, eles já estavam na Avenida Presidente Dutra, no Circuito da Micareta. O trabalho é das 12h às 6h. A Secretaria Municipal de Saúde montou unidades de pronto atendimento na Avenida Adenil Falcão e outra na rua Vasco Filho.
Nestes postos de saúde a demanda é espontânea – para ser atendida, a pessoa deve se dirigir para lá ou ser levada. Neles estarão de plantão médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e um bucomaxilofacial. Os casos considerados mais graves serão encaminhados para as policlínicas ou hospitais.
Também há um posto fixo para desintoxicação de álcool e outras drogas, na Maria Quitéria em frente à Jacuípe Veículos, e um centro de testagem e aconselhamento, onde estão sendo oferecidos testes rápidos contra o HIV/aids, Sífilis e hepatites virais, também na Maria Quitéria.
Caso haja necessidade de deslocamento, ambulâncias convencionais e três do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) estarão posicionadas em locais estratégicos . Uma no início do circuito, no bairro Capuchinhos, outra nas imediações da Jacuípe Veículos, e a terceira na dispersão. Todas elas para atendimento de suporte básico.
A ambulância de suporte avançado – será solicitada ao órgão quando houver necessidade – fica na base do Samu, na Avenida João Durval Carneiro.
A coordenadora do Setor de Eventos, da Secretaria de Saúde, Meiridalva Leão, ressalta que os profissionais de saúde também estão trabalhando no Centro Diocesano, no bairro Papagaio, e no Colégio Estadual Gastão Guimarães prestando assistência 24 horas para a Polícia Militar (PM).
De sexta-feira, 25, a domingo, 27, outras equipes estarão dando suporte para as pessoas que forem ao Circuito Charles Albert, na Praça da Kalilândia, reviver os antigos carnavais, e ao evento católico Vem Louvar, que vai acontecer no Olimpo.
“São médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, bucomaxilofacial, além de condutores de veículos e pessoal do administrativo, devidamente treinados, para garantir a melhor assistência para as pessoas durante o período da festa”, aponta Meiridalva Leão.
Tribuna Feirense

Um comentário:

  1. São 200 profissionais diários mobilizados para festa. Será que os postos de saúde encontram alguns por lá?.

    ResponderExcluir